5 ferramentas digitais para ter na empresa

Divulgada no final do ano passado, a Pesquisa Global 2016 sobre Empreendedorismo da GoDaddy, empresa que registra e hospeda páginas na internet, trouxe revelações interessantes sobre o que pensa o pequeno empresário também no Brasil.

Entre os gestores aqui instalados, cinco ferramentas digitais foram eleitas como as mais relevantes para negócios de pequeno porte. São elas:

  • Marketing digital: 56%
  • Mídias sociais: 55%
  • Suporte digital ao cliente: 49%
  • Site responsivo (acesso por dispositivos móveis): 48%
  • Site próprio para a empresa: 42%

A melhor notícia é que todas elas estão ao seu alcance, pois a necessidade de investimento é baixa ou mesmo se restringe ao emprego de tempo e esforço no projeto. Saiba mais e inspire-se!

1. Marketing digital

Uma boa estratégia de marketing digital é capaz de abrir várias portas para a sua empresa. O problema é que nem todos ainda se deram conta dessa realidade. Pesquisa do Sebrae realizada em 2015 revelou que a frequência com que a internet é utilizada para divulgação da empresa ou de seus produtos é baixa, recebendo a nota 3,8 em uma escala de 0 a 10.

Se você faz parte do grupo que ainda não aproveita as ferramentas de marketing digital para fazer a sua empresa crescer, está na hora de começar. Que tal um blog para atrair usuários pelo conteúdo?

Com essa estratégia, você cria um canal para trazer a seus clientes informações relevantes sobre a área em que atua. São conteúdos úteis que podem ajudá-lo em seu dia a dia, não estando diretamente relacionados aos produtos e serviços que a empresa vende.

Ao reconhecer valor na informação que obteve no blog, o consumidor tende a construir uma imagem positiva sobre a empresa, enxerga nela seriedade e compromisso e, como consequência, aumenta a sua predisposição em fazer negócios com ela.

2. Mídias sociais

É bastante provável que você tenha um perfil pessoal no Facebook. Se praticamente todos que conhece estão lá, por que com as pequenas empresas é diferente?

O dado trazido pelo Sebrae indica isso. Ao final de 2015, só 37% dos negócios de pequeno porte tinham um perfil corporativo no Facebook. Nas demais redes sociais, os números são piores: só 5% possuem Instagram e 3% mantêm uma conta no Twitter.

O segredo do sucesso ao usar mídias sociais está na palavra relacionamento. É justamente nisso que ela mais pode agregar valor ao seu negócio. Esse é um dos melhores canais para resolver as demandas de seus clientes e até mesmo para receber reclamações.

Os dois principais usos de redes sociais por empresas (que não custam nada e só tomam tempo) são para ações de:

  • Divulgação: além dos dados da empresa e contatos, utilize fotos e textos curtos para divulgar novidades, lançamentos, promoções e até mesmo ofertas de emprego.
  • Fomento às vendas: essa é uma consequência do uso anterior, pois ao divulgar seus produtos e serviços em um texto convidativo para o cliente visitar sua empresa, você estimula futuros negócios.

3. Suporte digital ao cliente

Sites, blogs, redes sociais e outras ações de marketing têm um ponto em comum: seu sucesso está atrelado ao cliente. Afinal, sem conhecê-lo bem e relacionar-se com ele, qualquer que seja a estratégia adotada, haverá grande chance de fracasso.

Mais uma vez, a resposta a essa demanda está na tecnologia, que também pode pesar bem pouco no bolso do empreendedor. A solução atende por CRM, sigla para Customer Relationship Management, ou Gerenciamento de Relacionamento com Clientes, em português.

Software de funcionamento online, o CRM organiza todas as etapas de atenção ao cliente, desde a sua prospecção ao pós-venda, passando ainda pela qualificação, negociação e venda. É ele que reúne as informações de histórico de relacionamento com cada um daqueles que compram de você.

O CRM também colabora com a satisfação do cliente, pois permite à equipe de vendas dar um atendimento mais personalizado, focado nas suas necessidades. Além disso, possibilita identificar de maneira precoce qualquer alteração no comportamento de compra, algo que pode indicar que a preferência por sua empresa está mudando.

4. Site próprio para a empresa

A criação de uma página própria da empresa na internet é um passo básico. As possibilidades que esse canal abre são várias, desde o estabelecimento de contato com os clientes, passando pela divulgação de seus produtos e serviços até a concretização das vendas, característica própria das lojas virtuais.

Quantas pessoas você conhece que não navegam na internet e ignoram esse canal para buscar, se informar a respeito e comparar produtos e serviços, contatar empresas, cotar valores ou até fazer compras? Certamente, é cada vez mais raro encontrar quem não procure em sites as soluções para suas demandas.

É por essa razão que uma página própria na web funciona como porta de entrada para o seu negócio. Ainda que exista pouco conteúdo no site, é provável que uma pesquisa pelo seu ramo de atuação somada à cidade onde está instalado sugira o seu estabelecimento entre os resultados.

Já se você adotar técnicas para otimizar seu site, chamadas de SEO (Search Engine Optimization), tanto na programação quanto no conteúdo oferecido, aumentam muito as chances de sua empresa estar entre os primeiros resultados sugeridos por mecanismos de busca, como o Google.

5. Site responsivo

Vamos rapidamente voltar à pesquisa da GoDaddy. Enquanto 42% destacaram a importância de ter um site para a empresa, um percentual maior (48%) respondeu que pequenos negócios precisam de uma página com compatibilidade mobile, também chamado de site responsivo – capaz de se adaptar para a visualização em diferentes plataformas, como computadores e celulares.

Esse é um movimento que a sua empresa não pode ignorar. O IBGE já revelou que o número de acessos à internet pelo celular é maior do que por computadores (92,1% conta 70,1%).

Outro aspecto importante é: ainda que o conteúdo possa ser visto através da plataforma, não significa que isso ocorra de maneira satisfatória, o que é relevante para o engajamento do público com a sua marca.

Como no Brasil o número de celulares supera o de habitantes (276 contra 204 milhões), essa preocupação se torna ainda mais relevante para empresários que ainda não criaram ou desejam melhorar seus sites.

Guia responde quais tecnologias a sua empresa precisa

Se a sua empresa ainda não explora as principais ferramentas digitais e você precisa de uma ajudinha para inovar, vai gostar do guia que preparamos para você. Entre outras informações, ele traz as principais dicas para apostar no marketing, em um site, um blog, em redes sociais e no suporte digital ao cliente.

Com este guia, você vai aprender:

  • Como aderir às tecnologias sem gastar muito
  • Como usar a tecnologia para inovar no negócio
  • Quais os ganhos que a tecnologia proporciona à sua empresa
  • Como tirar proveito do seu site empresarial
  • Como fazer marketing de conteúdo em um blog
  • Como usar as redes sociais para divulgação e fomento às vendas
  • Como enviar informação relevante por e-mail
  • Quais as vantagens de um suporte digital ao cliente.

Gostou da ideia? Então, não perca tempo e baixe o nosso guia. Deixar o futuro entrar no seu negócio pode elevar lucros e produtividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *